Seja bem vindo ao meu blog, Deixe seu recado e opinião ;)
RSS

29 de maio de 2007

A paz que trago hoje em meu peito

A paz que trago hoje em meu peito
é diferente da paz que eu sonhei um dia...

Quando se é jovem ou imaturo,
imagina-se que ter paz é poder fazer o que quer,
repousar, ficar em silêncio e jamais enfrentar
uma contradição ou uma decepção.

Todavia, o tempo vai nos mostrando
que a paz é resultado do entendimento
de algumas lições importantes que a vida nos oferece.

A paz está no dinamismo da vida,
no trabalho, na esperança, na confiança, na fé...

Ter paz é ter a consciência tranqüila,
é ter certeza de que se fez o melhor ou,
pelo menos, tentou...

Ter paz é assumir responsabilidades e cumprí-las,
é ter serenidade nos momentos mais difíceis da vida.
Ter paz é ter ouvidos que ouvem, olhos que vêem
e boca que diz palavras que constroem.

Ter paz é ter um coração que ama...

Ter paz é não querer que os outros
se modifiquem para nos agradar,
é respeitar as opiniões contrárias,
é esquecer as ofensas.

Ter paz é aprender com os próprios erros,
é dizer não quando é não que se quer dizer...

Ter paz é ter coragem de chorar ou de sorrir
quando se tem vontade...

É ter forças para voltar atrás,
pedir perdão, refazer o caminho, agradecer...

Ter paz é admitir a própria imperfeição
e reconhecer os medos, as fraquezas, as carências...

A paz que hoje trago em meu peito
é a tranqüilidade de aceitar os outros como são,
e a disposição para mudar as próprias imperfeições.

É a humildade para reconhecer que não sei tudo
e aprender até com os insetos...

É admitir que nem sempre tenho razão
e, mesmo que tenha, não brigar por ela.

A paz que hoje trago em meu peito
é a confiança NAQUELE
que criou e governa o mundo...

A certeza da vida futura e a convicção de que receberei,
das leis soberanas da vida, o que a ela tiver oferecido.

Às vezes, para manter a paz que hoje mora em meu peito,
é preciso usar um poderoso aliado chamado silêncio.

Lembre-se de usar o silêncio quando ouvir palavras infelizes;
Quando alguém está irritado;
Quando a maledicência lhe procura;
Quando a ofensa o golpeia;
Quando alguém se encoleriza;
Quando a crítica o fere;
Quando escuta uma calúnia;
Quando a ignorância o acusa;
Quando o orgulho o humilha;
Quando a vaidade o provoca.

O silêncio é a gentileza do perdão que se cala
e espera o tempo,
por isso é uma poderosa ferramenta
para construir e manter a paz.

28 de maio de 2007


Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
Mas há também quem diga nem todas, só as de verão.
Mas no fundo isso não tem muita importância.
O que interessa mesmo não são as noites em si,
são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre.
Em todos os lugares, em todas as épocas do ano,
dormindo ou acordado.

Trecho da peça "Sonhos de Uma Noite de Verão"
de William Shakespeare

Você é Capaz!

Todos nós temos limites, sejam eles físicos, mentais e espirituais, mas será
que devemos aceitar limites impostos muitas vezes em nossas vidas?
Vc acha que é possível uma pessoa sem os dois braços se tornar um escultor reconhecido em todo país?
Sim, Conhecemos o Aleijadinho.
Vc acha que alguém surdo dos dois ouvidos, poderia ser um músico super conhecido?
Sim, pois Bethoven é este homem.
Vc acha que uma pessoa analfabeta até os 17 anos pode se tornar presidente de uma grande nação?
Pois é Abraão Lincoln conseguiu.
Não acredite naqueles que dizem que você não é capaz.
Tenha fé em Deus, acredite que você é capaz, não desista dos seus sonhos e rompa seus limites!!!
Para todos que alcançaram seus objetivos e àqueles que ainda não o fizeram, que possa servir como um incentivo...

"Se você for um varredor de rua. Seja o melhor varredor na face da Terra. Varra a rua como se fosse Beethoven compondo, Leonardo da Vinci pintando e Shakespare escrevendo. Se você agir assim, os anjos do céu virão a Terra e dirão: Por aqui passou o melhor varredor de ruas do mundo!" (Martin Luther King)

23 de maio de 2007

"Se procurar bem, você acaba encontrando não a explicação (duvidosa) da vida, mas a poesia (inexplicável) da vida."
Carlos Drummond de Andrade

22 de maio de 2007

Descubra o Amor


Pegue um sorriso e doe a quem jamais o teve...
Pegue um raio de sol e faça-o voar lá onde reina a noite...
Pegue uma lágrima e ponha no rosto de quem jamais chorou...
Pegue a coragem e ponha-a no ânimo de quem jamais sabe lutar...
Descubra a vida e narre-a a quem não sabe entendê-la...
Pegue a esperança e viva na sua luz...
Pegue a bondade e doe-a a quem não sabe doar...
Descubra o amor e faça-o conhecer o mundo...
Mahatma Gandhi

Acenda Sua Estrela, É hora de Brilhar

Toda pessoa traz consigo estrelas que a vida concede.
Estrelas de brilhar, estrelas de crescer, estrelas de encontrar o caminho do sonho que se persegue.
Saber reconhecer os brilhos e as estrelas é o nosso destino.
Porque há quem se encante com o brilho de estrelas que não são suas e se perde.
Há quem deseje o brilho de outra mais distante e por isso passa quase todo o tempo como passageiro, nas estações, à espera de um trem para lugar nenhum.
Aceitar as estrelas que trazemos é o que faz a diferença entre o que queremos ser e o que verdadeiramente somos.
Brilhar é acreditar na força que elas têm, desvendar seus mistérios, e aí então deixar que suas luzes se derramem alma adentro e tanto que carregar as estrelas seja como conduzir um candeeiro, para que, onde quer que se vá - longe, alto - possam os outros perceber a claridade.
Esse é o desejo: uma felicidade intensa hospedada definitivamente em seu coração, como estrelas na palma das mãos a iluminar os caminhos.
(Autor desconhecido)

21 de maio de 2007




"Não se julgue pelos elogios da vida
Mas sim pelos aplausos de sua consciência."
(Provérbio Chinês)

20 de maio de 2007

Jogos Panamericanos - Novas Modalidades

18 de maio de 2007

Mario Quintana

"A alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe."

"O segredo é não correr atrás das borboletas...
É cuidar do jardim para que elas venham até você."

"Reflexão de Lavoisier ao descobrir que
lhe haviam roubado a carteira:
'Nada se perde, tudo muda de dono.'"

"Sempre me senti isolado nessas reuniões sociais:
o excesso de gente impede de ver as pessoas... "

"Não importa saber se a gente acredita em Deus:
o importante é saber se Deus acredita na gente..."

"Esses que puxam conversa sobre se chove ou não chove –
não poderão ir para o Céu!
Lá faz sempre bom tempo..."

"O ruim dos filmes de Far West é que
os tiroteios acordam a gente no melhor do sono."

"Se alguém te perguntar o que quiseste dizer com um poema,
pergunta-lhe o que Deus quis dizer com este mundo..."

"Quem não compreende um olhar
tampouco compreenderá uma longa explicação."

"Esta vida é uma estranha hospedaria,
De onde se parte quase sempre às tontas,
Pois nunca as nossas malas estão prontas,
E a nossa conta nunca está em dia."

"O sorriso enriquece os recebedores
sem empobrecer os doadores."

"Os verdadeiros analfabetos
são os que aprenderam a ler e não lêem."

Quintana Nasceu em 30/07/1906, Alegrete, RS
Faleceu em 05/05/1994

História da Provisão

Certo dia, durante a programação de uma emissora , ligou para a rádio uma senhora que estava passando por momentos muito difíceis.
Aproveitando aquela oportunidade, ela resolveu fazer seu apelo e disse:
- Estou passando por uma grande prova. O desemprego bateu à minha porta, tenho filhos pequenos, meu esposo está fazendo alguns serviços extras, porém, a renda não é suficiente. Se algum irmão puder me ajudar com qualquer alimento, eu ficaria muito grata; aquilo que DEUS tocar em seu coração, eu agradeço e será de grande ajuda.
E ali ela aproveitou para dar seu endereço.

Entretanto, no momento desse apelo, um homem ateu estava ouvindo a programação e disse:
- É hoje que eu mostro que Deus não se importa com ninguém!
Então, ele se dirigiu para o mercado e fez toda aquela compra. De tudo comprou, e em dobro.
Chegou em casa e disse para duas pessoas que trabalhavam com ele:
- Vocês vão até à casa desta senhora. Vão entregar esta compra e, quando ela perguntar quem mandou, vocês vão dizer que foi o diabo. O diabo é quem está enviando esta compra.

Aqueles dois homens seguiram rumo à casa da senhora. Bateram palmas e ela, humilde, atendeu. Eles disseram:
- Viemos trazer esta compra para a senhora.
- Entrem, por favor. Vão colocando aqui...
E ali descarregaram tudo. E a senhora disse:
- Que Deus abençoe. Muito obrigado, muito obrigado mesmo!
E aqueles dois homens pararam, olharam um para o outro e sussurraram:
- Será que ela não vai perguntar quem mandou a compra?
E o outro respondeu:
- Não sei... estranho, né?

Então o primeiro, com todo o seu atrevimento, perguntou:
- Ei, você não vai perguntar quem mandou esta compra?
E a senhora, com muita sabedoria, respondeu:
- Eu não, porque quando o meu Deus manda, até o diabo obedece...

(Autor Desconhecido)


"Do Senhor é a terra e a sua plenitude; o mundo e aqueles que nele habitam" - Salmo 24.1

16 de maio de 2007

AFINIDADE

Image Hosted by ImageShack.us
Não é o mais brilhante,
mas é o mais sutil,
delicado e penetrante dos sentimentos.
Não importa o tempo, a ausência,
os adiantamentos, a distância, as
impossibilidades.
Quando há AFINIDADE,
qualquer reencontro retoma a relação,
o diálogo, a conversa, o afeto,
no exato ponto onde foi interrompido.
AFINIDADE é não haver
tempo mediante a vida.
É a vitória do adivinhado sobre o real,
do subjetivo sobre o objetivo,
do permanente sobre o passageiro,
do básico sobre o superficial.
Ter AFINIDADE é muito raro,
mas quando ela existe,
não precisa de códigos verbais
para se manifestar.
Ela existia antes do conhecimento,
irradia durante e permanece depois
que as pessoas deixam de estar juntas.
AFINIDADE é ficar longe,
pensando parecido a respeito
dos mesmos fatos que impressionam,
comovem, sensibilizam.
AFINIDADE é receber o que vem
de dentro com uma aceitação
anterior ao entendimento.
AFINIDADE é sentir com...
Nem sentir contra, sem sentir para...
Sentir com e não ter necessidade de
explicação do que está sentindo.
É olhar e perceber.
AFINIDADE é um sentimento singular,
discreto e independente.
Pode existir a quilômetros de distância,
mas é adivinhado na maneira de falar,
de escrever,
de andar,
de respirar...
AFINIDADE é retomar a relação
no tempo em que parou.
Porque ele (tempo) e ela (separação)
nunca existiram.
Foi apenas a oportunidade dada (tirada)
pelo tempo para que a maturação pudesse
ocorrer e que cada pessoa pudesse ser
cada vez maior.

Artur da Távola

O melhor amigo do Homem (animação)

14 de maio de 2007

Desejo - Victor Hugo

Desejo primeiro que você ame e que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer e esquecendo não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim, mas se for, saiba ser sem desesperar.
Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes, sejam corajosos e fieis,
e que em pelo menos um deles você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha inimigos;
Nem muitos, nem poucos, mas na medida exata para que, algumas vezes, você se interpele a respeito de suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo, para que você não se sinta demasiado seguro.
Desejo depois que você seja útil, mas não insubstituível.
E que nos maus momentos, quando não restar mais nada, essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.
Desejo ainda que você seja tolerante; não com os que erram pouco, porque isso é fácil, mas com os que erram muito e irremediavelmente, e que fazendo uso dessa tolerância, você sirva de exemplo aos outros.
Desejo que você sendo jovem não amadureça depressa demais, e que se maduro, não insista em rejuvenescer e que sendo velho não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e é preciso deixar que eles escorram por entre nós.
Desejo por sinal que você seja triste; mas não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra que o riso diário é bom; o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.
Desejo que você descubra, com o máximo de urgência, acima e a despeito de tudo, que existem oprimidos, injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.
Desejo ainda que você afague um gato, alimente um cuco ou ouça o João de Barro erguer triunfante o seu canto matinal; porque assim, você se sentirá bem por nada.
Desejo também que você plante uma semente, por mais minúscula que seja, e acompanhe o seu crescimento, para que você saiba de quantas muitas vidas é feita uma árvore.
Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro, porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano coloque um pouco dele na sua frente e diga "Isso é meu", só para que fique bem claro quem é dono de quem.
Desejo também que nenhum de seus afetos morra, por ele e por você, mas que se morrer, você possa chorar sem se lamentar e sofrer sem se culpar.
Desejo por fim que você sendo um homem, tenha uma boa mulher, e que sendo uma mulher, tenha um bom homem e que se amem hoje, amanhã e no dia seguinte, e quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer, não tenho mais nada a desejar.

Victor Hugo

13 de maio de 2007

Presente para a mamãe

Image Hosted by ImageShack.us
Bem sucedidos, os filhos competiam para ver quem agradava mais a mãe idosa com presentes. Um deles comprou uma mansão para ela. O outro, um Mercedes.

O terceiro, muito criativo, lembrou da dificuldade da mãe, quase cega, em ler a Bíblia. Comprou um papagaio marrom raro, treinado durante 20 anos em um mosteiro, por 18 monges diferentes, capaz de recitar toda a Bíblia.

A ave custou uma fortuna de 10 milhões de dólares, mas o filho estava seguro de que o presente agradaria a mãe.

Meses depois, a velhinha escreveu para cada um dos filhos:

Para o primeiro: "Milton, a casa que você comprou é muito grande. Eu moro apenas em um quarto, mas tenho de limpar a casa toda".

Já para o segundo: "Marvin, eu estou muito velha pra sair de casa, então nunca uso o Mercedes".

E, por fim, para o terceiro: "Querido Melvin, você é o único que teve bom senso pra saber do que a sua mãe realmente gosta. Aquela galinha estava deliciosa! Muito obrigada"!

12 de maio de 2007

12 MANDAMENTOS DA MULHER


1-Mulher não mente...e sim omite os fatos.
2-Mulher não fofoca...e sim troca informações.
3-Mulher não trai...se vinga!
4-Mulher não fica bêbada...entra em estado de alegria!
5-Mulher não xinga...apenas é sincera.
6-Mulher não grita...testa as cordas vocais.
7-Mulher não chora...lava as pupilas dos olhos com freqüência.
8-Mulher não olha para um homem sarado com segundas intenções...apenas
verifica suas formas anatômicas.
9-Mulher sempre entende o que o homem diz...só pede que explique
novamente pra testar sua capacidade de raciocínio.
10-Mulher não sente preguiça...descansa a beleza.
11-Mulher não sofre por amor...e sim entra em contradições com os
sentimentos.
12-Mulher nunca engana os homens...pratica o que aprendeu com eles.

Dois...

Image Hosted by ImageShack.us
Apenas dois.
Dois seres...
Dois objetos patéticos.
Cursos paralelos
Frente a frente...
...Sempre...
...A se olharem...
Pensar talvez:
“Paralelos que se encontram no infinito...”
No entanto sós por enquanto.
Eternamente dois apenas.

Pablo Neruda
Image Hosted by ImageShack.us

7 de maio de 2007

CARTA

Image Hosted by ImageShack.us
Há muito tempo, sim, não te escrevo.
Ficaram velhas todas as notícias.
Eu mesmo envelheci. Olha, em relevo,
estes sinais em mim, não das carícias

(tão leves) que fazias no meu rosto:
são golpes, são espinhos, são lembranças
da vida a teu caminho, que ao sol-posto
perde a sabedoria das crianças.

A falta que me fazes não é tanto
à hora de dormir, quando dizias:
Deus te abençoe", e a noite abria em sonho.

É quando, ao despertar, revejo a um canto
a noite acumulada de meus dias,
e sinto que estou vivo, e que não sonho.
Carlos Drummond de Andrade

5 de maio de 2007


Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo: ele nem me persegue, nem eu fujo dele. Um dia a gente se encontra. (Mário Lago)

4 de maio de 2007


A sabedoria não nos é dada: temos de descobri-la sozinhos, depois de fazer uma jornada que ninguém pode fazer por nós ou nos poupar de fazer. (Marcel Proust – Escritor)

AS SEM-RAZÕES DO AMOR

Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabe sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque te amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.
Carlos Drummond de Andrade
Image Hosted by ImageShack.us

"O plantio é opcional... A colheita é obrigatória...
Por isso cuidado com o que planta !" (Provérbio Chinês)

2 de maio de 2007

Basta Viver


Teu sorriso é suficiente para te trazer paz.
O perfume das tuas flores é suficiente
Para iluminar teu dia.
Teus passos, um de cada vez, são suficientes
Para encontrares o que procuras.
Teu silêncio e tua amorosidade são suficientes
Para sentir a Deus.
Tens tudo ao alcance para cresceres contente e sem dor.
Tudo que aperta, tudo que machuca
Tudo que te tira a paz de espírito não é digno
Da tua atenção por tempo demasiado.
Vai com tua simplicidade, com tua alegria
Com tua confiança, e saberás que para apreder não precisa sofrer
Basta viver!

Tags Autores e Temas

Ailin Aleixo (1) Albert Einsten (2) Álvaro de Campos (1) Amizade (28) Amor (80) amor próprio (6) André Compte-Sponville (1) Animais (4) Antoine de Saint-Exupéry (1) Ariano Suassuna (1) Arjuna Baptiston (1) Arquivo Pessoal (28) Arthur Schopenhauer (2) atitude (10) Augusto Cury (1) Autor desconhecido - A.D. (10) Awards (2) Beatriz Brum (1) Bob Marley (2) Buda (1) Caio F. Abreu (2) Carinho (1) Carlos Drummond de Andrade (11) Cazuza (1) Cecília Meireles (5) Charlie Brown Jr (1) Chico Buarque (1) Ciumes (1) Clarice Lispector (6) Clarisse Correa (1) Colleen Houck (1) coração (2) Crescer (1) Dalai-Lama (3) dieta (1) dificuldades (3) Diversos (48) Dom Helder Câmara (1) Drogas (2) Educação (2) Escolhas (1) etnia (1) Eu me chamo Antonio (2) Família (5) Felicidade (17) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (12) Filmes (3) Foto mensagem (5) Frases (74) futuro (5) Gabriel Silva (1) Gandhi (3) Haroldo de Campos (1) Hermann Hesse (1) Humanidade (12) Humor (27) Isadora Lustosa (1) Kelly Clarkson (1) Kid Cudi (1) Leo Buscaglia (1) Luis Carlos Lisboa (1) Luis Fernando Veríssimo (2) Luiz Pondé (1) Machado de Assis (1) Mafalda (1) Malala Yousafzai (1) Marcos Donizetti (1) Marilyn Monroe (1) Mario Quintana (16) Martha Medeiros (3) medo (1) Michel Melamed (1) Millôr Fernandes (1) Mulher (20) Música (17) Natureza (11) Oscar Wilde (1) Osho (3) Pablo Neruda (4) Padre Fábio de Melo (2) Paulo Coelho (6) Paz (3) PC Siqueira (1) Placas (2) Poemas (20) Política (1) Positividade (7) Provérbios (19) Quadrinhos (4) realidade (1) Reflexões (61) Relacionamentos (10) Religiosas (19) Renato Russo (1) Ruas (2) Sabedoria (9) São Paulo (1) Sapatos (1) Saudades / Ausência (17) Ser louco (4) Shakespeare (5) Slash (1) Snoop (1) Sofrer (12) Solidão (6) sonhos (1) Stendhal (1) Stephen Hawking (1) superação (8) Televisão (2) Tempo (6) Thomas Huxley (1) Victor Hugo (4) Vida (36) Vingança (1) Vinicius de Moraes (14) William Blake (1) Winston Churchill (1)